quarta-feira, março 03, 2010

O pra sempre, sempre acaba..


Pensei que o pra sempre existisse..
que os sonhos se tornam realidade e que amor só existisse um.
Pensei que a eternidade fosse o limite..
que o sentimento valesse mais que qualquer outra coisa
e que não havia nada nem ninguém com o poder de destruí-lo.
Pensei que o amor fosse real..
que os beijos fossem únicos e que jamais se acabariam.
Pensei que o sorriso e a ternura bastassem..
que a vontade e o desejo se mantivessem.
Mas estive errada em meus pensamentos.
O pra sempre acabou.
Sonhos se têm à noite.
O amor há de diversas maneiras distintas.
Não há eternidade, apenas o maldito limite.
O sentimento, muitas vezes quando pesado com outra coisa,ele perde.
E quando alguém o inveja, também o perde..
O amor é irreal, foge das normas da normalidade.
Cada beijo é diferente, são pessoas diferentes, momentos diferentes e sentimentos diferentes.
O sorriso e a ternura parecem nem ao menos existir,
se compararmos com a falsidade e a inveja alheia.
A vontade e o desejo se mantém, quando suas forças estão voltadas apenas à elas.
Tudo um dia muda, tudo tem um ciclo..
Inicio, meio e fim.

0 comentários:

Postar um comentário

♏uito obrigada por comentar, sua opinião é muito importante pra mim ♥'
Bjos, Ingrid.

OBS∴ TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO MODERADOS, E SÓ SERÃO PUBLICADOS APÓS A MINHA APROVAÇÃO. ;D