sexta-feira, março 19, 2010

Derrepente é amor


Vi um filme ontem que me fez refletir, pensar muito..
Tá foi extremamente difícil ver aquele filme,
certas palavras e frases chegavam me deprimir
de tão reais que me pareciam,
e por incrivel que pareça não eram as melosas,
eram os 'cala a boca' e a maneira estúpida de fazer planos.
Sabe, às vezes demoramos tempo demais
para dizer o quanto gostamos das pessoas.
Como no filme, cãra era três anos, depois mais dois anos, mais seis meses
e eles não falavam um pro outro o quão se gostavam..
As pessoas demoram tanto só para falar a verdade,
dizer que precisa dessa pessoa,
que a pessoa com o qual quer que a faça feliz seja ela e não outro alguém.
Se ele a ama e ela também, poxa é tão difícil assim?
Caramba! Não há uma vida toda,
e a vida tão pouco é um filme
que termina com a maldita mocinha tendo o final feliz.
Faça você o seu final feliz, hoje, sem medo, sem receio,
pode ser a última oportunidade.
Tente, tente tudo, e faça quem te ama e quem você ama feliz.
Porque pior que não amar ninguém, é não ser amado.
Diga eu te amo, eu preciso de você, fique comigo, me faça feliz.
Alguém concerteza ficará feliz com seu gesto.
Não permita que chegue proximo ao fim, pois já será tarde...

0 comentários:

Postar um comentário

♏uito obrigada por comentar, sua opinião é muito importante pra mim ♥'
Bjos, Ingrid.

OBS∴ TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO MODERADOS, E SÓ SERÃO PUBLICADOS APÓS A MINHA APROVAÇÃO. ;D