sábado, agosto 08, 2015

Recuerdos





A vida é muito corrida, mas perder uns segundos admirando sua beleza me faz bem. Gosto de sua testa franzida quando fica preocupado com alguma coisa, ou quando levanta sua sobrancelha direita e me olha de um jeito como se desaprovasse algo, Então eu toco teu rosto levemente e sinto borboletas saírem de minha barriga, você dá aquele sorriso que só você tem, o meu preferido, aquele que vejo todos teus dentes e me derrete por inteira, Seus olhos acompanhando teu sorriso, ficam pequenos, puxadinhos e então eu também sorrio, eu sentia falta desse teu sorriso só pra mim. Tinha me esquecido do seu efeito sobre mim, de minhas mãos suarem e a garganta secar. Estava ali frente à mim e de repente todas as emoções voltaram. Estava indecisa, não sabia se olhava para teus olhos castanhos ou para teus lábios que me chamavam, de verdade eu sentia falta dessas borboletas. Pedi-lhe um beijo e você nem exitou, e tudo o que pude sentir se transmitia em felicidade. Não havia mais nada ao redor e nem ninguém mais. E por alguns longos segundos foi o bastante para relembrar cada momento, cada beijo, cada palavra dita e não dita. Sentia uma nostalgia imensa. Abri meus olhos e tudo se reduziu à pó. Era eu, nossa foto e lembranças. Desejos impossíveis e uma vontade danada de ver seu sorriso novamente. De todos os sentimentos a saudade é a que mais machuca, o ter tido e não pertencer mais..

"E por falar em saudade, onde anda você?" Vinícius de Moraes

0 comentários:

Postar um comentário

♏uito obrigada por comentar, sua opinião é muito importante pra mim ♥'
Bjos, Ingrid.

OBS∴ TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO MODERADOS, E SÓ SERÃO PUBLICADOS APÓS A MINHA APROVAÇÃO. ;D